Jogo de Tronos: As Melhores Decisões de Ned Stark na Série

Embora Ned Stark fosse um homem nobre e heróico, também não era uma das personagens mais inteligentes no Game of Thrones. A saída antecipada de Ned do programa foi o resultado de más decisões da sua parte e da não realização do mundo político feroz de Porto Real. Mas embora a reputação de Ned como estratega não seja grande, ele tomou por vezes algumas decisões inteligentes.

A maioria das escolhas de Ned resume-se à sua crença em fazer a coisa certa ou em cuidar da sua família. Acontece que houve tempo em que isso foi a coisa mais inteligente que ele pôde fazer. Estas decisões podem não lhe ter salvo a vida, mas provam que Ned Stark era mais esperto do que as pessoas pensam.

10 Apanhar a queda para a prisão de Tyrion

Catelyn and Ned Stark looking in the same direction in Game of Thrones

Agir impulsivamente parece ser um traço entre os membros da Casa Stark, uma vez que Catelyn incendiou a guerra ao prender precipitadamente Tyrion Lannister. No entanto, quando Jaime Lannister confronta Ned com a notícia, Ned insiste que foi feito sob as suas ordens.

Embora isso faça dele um alvo de Jaime, Ned tinha razão em assumir a culpa. Não só a verdade colocaria Catelyn em risco, como também faria com que os Lannisters vissem os Starks como mais uma ameaça do que simplesmente agir sem pensar.

9 Resignação como Mão do Rei

Assim que Ned aceitou a posição de Mão do Rei sob Robert Baratheon, os seus dias foram contados. Embora seja um grande guerreiro e um senhor respeitado, Ned não tem lugar entre as intrigas políticas de Porto Real.

Assim, quando Ned e Robert têm um desentendimento sobre a morte de Daenerys Targaryen, Ned toma a decisão que todos os fãs esperavam que ele tomasse e renuncia à posição. Embora as preocupações de Robert sobre Daenerys se tenham revelado válidas, Ned deveria ter tomado isso como uma desculpa para regressar ao Norte.

8 Responsabilização de Tywin

Eddard Stark as Hand of The King to Robert

Após a prisão de Tyrion, Tywin Lannister deixa que o seu descontentamento seja conhecido enviando a Montanha para invadir as terras da família de Catelyn Stark e matar os pequenos nas terras fluviais. Quando Ned toma conhecimento disto, pede a execução da Montanha e convoca Tywin a Porto Real para responder por estes crimes.

Dado o poder de Tywin em Westeros, muitos viram isto como uma decisão imprudente da parte de Ned. No entanto, era evidente que ele não tinha outra escolha. Tywin declarou corajosamente guerra a outra das grandes casas de Westeros e a reacção de Ned foi apropriada e necessária.

7 Mudar a vontade de Robert

rOBERT bARATHEON'S ASSASINATION

Robert Baratheon foi outro personagem que morreu cedo graças ao seu próprio mau julgamento. Como está no seu leito de morte, ele dá a sua vontade a Ned que o nomeia como rei de Westeros até Joffrey Baratheon atingir a maioridade.

Sabendo que Joffrey não é realmente o filho de Robert, Ned muda a vontade de indicar o “verdadeiro herdeiro” de Robert em vez disso. Foi um dos momentos mais próximos em que Ned chegou a ser desonesto, mas ele tinha razão em manter o nome de Joffrey fora do decreto, mesmo que tudo acabasse por ser ignorado pelos Lannisters.

6 Contar ao Stannis sobre Joffrey

A decisão que certamente levou Ned à sua própria morte foi quando ele escolheu dizer a Cersei Lannister que ele sabia a verdade sobre os filhos de Robert. Foi um gesto misericordioso, mas que acabou por ser desastroso. Mas Ned foi pelo menos suficientemente esperto para contar mais do que apenas a ela.

Antes da sua morte, Ned enviou uma carta a Stannis Baratheon informando-o da verdade que fez de Stannis o legítimo herdeiro ao trono. Sem Stannis a lutar contra eles, os Lannister teriam facilmente conquistado Westeros na segunda temporada.

5 Ensinando aos seus filhos bons valores

House Stark season one

Com tantos personagens moralmente corruptos ou malignos no Jogo dos Tronos, não é por acaso que a maioria dos heróis do espectáculo vêm da mesma família. Ned Stark ensinou aos seus filhos bons valores e como governar honrosamente, o que acabou por salvar muitas vidas.

Enquanto que pessoas como Robb e Jon poderiam ter partilhado o rígido sentido de honra do seu pai, a influência de Ned foi fundamental para moldar estas crianças em boas pessoas que fizeram de Westeros um lugar melhor no final.

4 Envio de Yoren para proteger a Arya

Ned Stark in Baelor

Embora a estratégia política não seja o talento de Ned, ele tem a capacidade de pensar rápido mesmo na mais suja das situações. Mesmo quando está a ser levado ao que se revela ser a sua própria execução, ele é capaz de fazer uma chamada rápida que salva a vida da sua filha.

Depois de ver Arya na multidão, ele diz subtilmente ao membro da Patrulha da Noite Yoren que é capaz de a encontrar e tirá-la de Porto Real. Sem o seu pensamento rápido, Arya teria certamente sido capturada pelos Lannisters.

3 Deixar os seus filhos ficar com os lobos da direcção

Robb and Bran Stark with Direwolf Pups

Logo no primeiro episódio do programa, Ned e os seus filhos deparam-se com uma ninhada de filhotes de lobo ruivo cuja mãe foi morta. Em vez de permitir que os animais morressem na natureza sem a mãe, Ned ordenou que fossem mortos misericordiosamente.

No entanto, Ned é suficientemente sábio para ouvir os conselhos de Jon Snow sobre tomá-lo como um sinal e deixar cada uma das crianças Stark levar um lobo gigante como um animal de estimação. À medida que crescem, os lobos gigantes ajudam a salvar as crianças Stark em muitas ocasiões.

2 Protegendo Jon Snow

Embora a maioria dos fãs já o tivesse descoberto muito antes, a verdade sobre a ascendência de Jon Snow foi finalmente revelada na temporada 6. O flashback mostra que Jon era o filho de Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen, e Ned tomou-o como seu próprio filho para o proteger.

Não só este é um momento que cimenta o quão heróico e honrado Ned é, como também salvar a vida de Jon acabou por ter enormes repercussões para o futuro de Westeros e do papel de Jon na sua formação.

1 Letting Arya Train

Game of Thrones Ned and Arya Stark

Ned não era apenas um pai protector que ensinava lições valiosas, mas era também um pai amoroso que queria que os seus filhos fossem felizes. Inicialmente, Ned foi uma das muitas pessoas que disse a Arya que ela devia ser mais como outras raparigas e não estar tão interessada em espadas.

Mas depois de ver como ela era apaixonada por isso, Ned arranjou maneira de Syrio Forel treinar Arya como lutador. Não só foi um gesto gentil como pai, como também enviou Arya no seu caminho como guerreira que acabaria por matar o Rei da Noite.

Relacionado