O elenco da educação sexual está certo sobre o espectáculo que precisa de terminar com a 4ª temporada

A Educação Sexual, embora ainda seja uma adição bastante recente à Netflix, deveria na verdade fazer da sua quarta temporada também a última do programa. Desde que o espectáculo foi ao ar em 2019, tornou-se massivamente popular, e conseguiu alcançar muito no pouco tempo em que foi transmitido. A sua ênfase central nas personagens, em vez de enredo exagerado, fez do elenco o favorito entre o público. O elenco comentou a série de Educação Sexual, e eis porque têm razão em dizer que o espectáculo tem de terminar na sua quarta temporada.

A simples premissa da Educação Sexual conquistou o público. Seguindo um grupo de adolescentes enquanto navegam na escola, sexo, género e identidade, o programa toca em muitos tópicos importantes, tornando-o um dos melhores programas de televisão de 2021. Embora tenha trazido à luz tópicos tabu, e educado e divertido, a Educação Sexual deve terminar na quarta temporada.

Em primeiro lugar, o elenco, embora bem amado, está a ficar demasiado velho para interpretar adolescentes. O cenário do liceu, é claro, é a ideia central do espectáculo e é uma parte bastante importante do mesmo, mas a cada temporada o elenco envelhece para além da idade que estão a retratar. Embora não tenha sido tanto um problema na sua primeira temporada, com a maioria do elenco adolescente entre o início e meados dos anos vinte, as suas idades reais estão a começar a sobrepor-se demasiado duramente.

Alguns do elenco aproximam-se rapidamente dos seus 30 anos, o que é francamente demasiado velho para continuar a jogar com adolescentes, pois não estaria a dar o retrato quase exacto da vida real pela qual a Educação Sexual é adorada. Pelo menos, a Educação Sexual precisa de concluir as histórias em Moordale que dizem respeito a estas personagens em particular. É possível que o espectáculo seja bem sucedido num “soft-reboot”, dado o quão popular é e quantos tópicos importantes traz para o mainstream, mas talvez continuando com uma geração diferente de Skins-style. Dito isto, pode ser embaraçoso, pois já se dedicou tanto tempo ao elenco original. Em qualquer caso, o próprio espectáculo já está a preparar-se para um final. Otis e Maeve finalmente juntaram-se (embora não oficialmente), que foi a narrativa central do espectáculo, e tem havido muito tempo dedicado até às personagens secundárias, como a história de Jean e Jakob.

Embora a sua importância nos media e na cultura não possa ser subestimada, e a sua coragem em lançar luz sobre temas tabu ou comummente mal compreendidos seja justamente elogiada, é melhor que a Educação Sexual saia em alta em vez de ser arrastada para fora. No curto espaço de 3 anos, ela já se cimentou como um programa de TV básico com um elenco verdadeiramente estelar. Em vez de se manterem no espectáculo, é melhor que possam continuar a prosperar noutros projectos.

Relacionado